24 janeiro 2017

Não viva sua vida sendo metade


Eu não acredito que exista a metade da laranja ou a tampa da frigideira, não acredito que vamos encontrar aquela pessoa que vai nos completar. Acredito que temos a obrigação de sermos inteiros pois, antes de sermos “nós”, é preciso ser “EU”.

Esse “EU” é completo,  esse eu precisa se completar para poder dividir algo ou uma vida com alguém.
Pode parecer clichê mas, é  preciso saber dividir o sofá,  a cama, saber dividir uma comida, bebida. Dividir/ compartilhar sentimentos, momentos de alegrias, conquistas, tristezas.

É preciso dividir as dúvidas, respostas e é preciso ainda mais se colocar no lugar do outro, para saber se o que falamos magoa ou não a pessoa que está próximo de nós.

O que quero deixar claro aqui é que não podemos passar a vida sendo metades. Sonhos podem se realizar se corremos e batalharmos para que os mesmos  aconteçam. Nunca devemos subestimar.
É preciso ouvir a voz do nosso coração. Honestidade e caráter são tudo, são coisas que andam lado a lado.

Então o mais importante é não sermos metades, é não deixar que nossa rotina seja nosso estilo de vida.



Eu e Você

Exemplo da metade da laranja; quando fazemos a vontade da carne a nossa metade vai si encaixa na pessoa errada. A insegurança nos relacionamentos
Duas pessoas se encontram, vão se conhecendo aos poucos e acabam se apaixonando. Começam um relacionamento e se dão muito bem. Um dia, esse relacionamento acaba sem motivo aparente, sem nenhum dos dois ter feito nada de grave ou deixado de gostar do outro. Não é raro ouvirmos ou vivermos histórias assim. O que é raro é perceber que a grande vilã desses contos de fadas pode ser a insegurança.
“A falta de segurança que observamos em alguns relacionamentos é gerada por vivências anteriores. É os relato de casais que têm seu relacionamento abalado por experiências passadas vividas por uma ou ambas as partes'' relata o profissional que si fás um exemplo de um relacionamento sem comunhão com Deus.



Deus, você e eu 

Também não vivam um relacionamento possessivo, ciumento, onde um ofusca o brilho do outro. Se você não confia nele(a), por que continuar? Não deixe de fazer as coisas que gosta nem de falar o que pensa. Se você sempre abandonar seus compromissos por causa do outro, você acabará perdendo o seu "brilho" e com isso o seu valor. Você precisa primeiro se valorizar, amar a si mesmo e não perder sua auto-confiança.
Namoro e noivado é uma oportunidade para vocês se conhecerem como pessoa, expondo seus sonhos, projetos, vontades, medos e principalmente para mostrar que antes de tudo o compromisso de vocês é com Deus. Ele deve ser o centro deste relacionamento, e se vocês não falarem abertamente que desejam ter um namoro em santidade, vocês acabarão dando espaço para o inimigo, si guarde para pessoa certa, vocês também conseguirão!
Há uma frase que se diz: "Faça certo que dá certo." Ou seja, façam tudo como Deus instrui na Bíblia e vocês serão completamente felizes. E se vocês não conhecem a vontade de Deus, busquem conhecê-la, pois somente quando Ele está no comando, é que tudo dá certo. A vontade de Deus é que tenhamos Sua bênção, para que Ele nos enriqueça em todas as áreas da nossa vida.
Vamos batalhar pelos nossos sonhos e objetivos, batalhar pelo nosso amor, batalhar mais ainda por sermos  INTEIROS, pois se soubermos o que é ser “EU”, um dia poderemos virar “NÓS”.


Gostaram do texto??
                                                   'Beijocas e até mais!


4 comentários: